Warning: A non-numeric value encountered in /home/storage/b/2d/9d/reanime/public_html/wp-content/themes/Divi/functions.php on line 5806

Saiba como agir diante dos principais acidentes domésticos com crianças

De acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde, as principais causas de hospitalizações de crianças (de 0 a 14 anos) no Brasil são relacionadas a quedas (48% – 59.541 crianças), queimaduras (16% – 20.187 crianças) e acidentes de trânsito (12% – 14.720).

Quem me acompanha por aqui sabe que meu filho fraturou o úmero, o osso do braço há pouco mais de 2 meses e apesar de eu ter fraturado meus dois braços 12 vezes ao longo da vida, confesso que não é fácil lidar com o primeiro acidente mais sério do nosso filho. É difícil saber o que fazer, como pegá-lo, se podemos machucá-los mais. Por isso, fui atrás de mais informações sobre como lidar com este e outros tipos de incidentes que possam acontecer com nossos pequenos.

As quedas são os acidentes mais comuns entre as crianças e esses acidentes podem acontecer em qualquer cenário: casa, rua, parques e escolas. Considerando que as crianças permanecem na escola pelo menos um terço do seu dia e a presença de muitas crianças juntas causa grande alvoroço entre os pequenos, a escola é um ambiente muito favorável a ocorrência de acidentes.

Para que os acidentes não aconteçam é preciso que todos adotem uma cultura de segurança, com prevenção. No entanto, mesmo com todas as medidas preventivas, os acidentes ocorrem, e é importante saber o que fazer no momento para minimizar os danos.

Mas existe risco de vida nesses acidentes? Tirando as batidas no trânsito que sempre envolvem perigos maiores, as ocorrências domésticas não deveriam oferecer risco, a não ser pela ausência de socorro imediato. Afogamento e a sufocação, o famoso “engasgo” são sempre os principais medos dos pais e vale saber como agir na hora, afinal o que fazemos em poucos segundo pode salvar vidas.

A nossa grande pergunta é: e quando não dá tempo de levar ao hospital? O que fazer? AReanime-Rio nos ajudou a esclarecer essas dúvidas e a sabermos como agir em cada caso.  Seguem abaixo as dicas da empresa de Treinamento em Primeiros Socorros especializada em ambiente escolar.

manobra de heimlich

  •  Asfixia – também chamada de sufocação, acontece pela obstrução das vias aéreas causada por pequenos objetos e alimentação, principalmente.
    Neste caso, existe uma técnica chamada de “Manobra Heimlich” que nada mais é que uma manobra de desobstrução das vias aéreas. Qualquer pessoa treinada é capaz de realizar esta manobra e salvar vidas.
    É importante lembrar que a manobra de desobstrução em bebês de até 1 ano é feita de forma diferente da realizada em crianças maiores e adultos. Em caso de asfixia devemos agir na hora, pois muitas vezes não conseguimos chegar ao hospital com a vítima ainda com vida.
  •  Batida de cabeça – quando o trauma de cabeça é leve, a criança não apresenta perda da consciência ou ela acontece por menos de 1 minuto. Nestes casos devemos tratar apenas os ferimentos causados e observar esta criança por até 72 horas. Se durante esse período acriança apresentar perda de consciência, vômito, convulsão, dificuldades motoras, perda de memória, agitação psicomotora, perda de líquido no nariz ou ouvido, sangramento abundante, hematoma ao redor dos olhos ou atrás das orelhas, ela deve ser encaminhada imediatamente a um serviço de emergência.
    afogamento
  •  Afogamento – O afogamento é a segunda causa de mortalidade entre as crianças de 0 a 9 anos, sendo mais comuns entre as crianças de 1 a 4 anos. Quando a criança se afoga, ela não consegue nem chamar por socorro ou sequer chorar, pois respirar é sua prioridade. Desta forma, mesmo que a criança saiba nadar é importante sempre manter o contato visual para socorrer caso um acidente ocorra.
    Se a criança se afogar você deve verificar se a vítima está consciente e respirando. Caso a resposta seja negativa, deverá iniciar as manobras de reanimação cardiopulmonar.
  • Queimaduras – Se a queimadura for em uma área pequena, apenas lave em água corrente na temperatura ambiente para resfriar o local. Assim, você alivia a dor e interrompe o processo de queimadura.
    Se for queimadura de grandes áreas, a criança deverá também lavar o local com água corrente de forma abundante e o quanto antes ser encaminhada ao serviço de emergência. Nunca passe pomadas, clara de ovo, pó de café, rosa mosqueta e NUNCA perfure as bolhas caso se formem. A bolha será a sua proteção natural contra as bactérias presentes no meio externo.
  •  Intoxicação com produtos de limpeza – Se a criança ingerir um produto químico, você deve levá-la diretamente ao serviço de emergência. É importante também levar a embalagem do produto e, se possível, entrar em contato com o centro de informação toxicológica. No Rio de Janeiro você conseguirá as informações aqui: http://sinitox.icict.fiocruz.br/
  • Químicos nos olhos – Se for um produto sólido, retire todo o excesso com gaze ou pano limpo, lave abundantemente com soro fisiológico ou água corrente, sempre tomando cuidado para não atingir o outro olho. Não faça jatos com a água ou soro nos olhos, pois pode causar lesões. Após esse procedimento, leve imediatamente ao oftalmologista.
  •  Cortes – Se o corte for muito profundo e estiver com sangramento abundante, deverá fazer um curativo que comprima a região. Caso o sangramento não cesse, coloque um garrote (pode ser feito com uma tira de pano ou atadura) um pouco acima do local da lesão para evitar perda de sangue em excesso. Leve ao atendimento de emergência o quanto antes. O médico só terá 6 horas para suturar a ferida.
    Importante: também é preciso ir a um posto de saúde e verificar se a vacina anti-tetânica está em dia, caso já tenha passado 5 anos, terá que vacinar novamente.
  •  Mordidas de animais – as mordidas de animas vão ser tratadas de acordo com a gravidade. Caso seja superficial devemos lavar com água e sabão abundantemente fazer o curativo e encaminhar ao serviço de emergência para ser avaliada pelo médico. Não poderá esquecer de procurar um posto de saúde para se vacinar contra raiva também.

Para mães que querem aprender mais sobre primeiros socorros (o que vale muito a pena, já que não sabemos o perigo do próximo segundo), vale destacar que a  Reanime-Rio realizará um curso especial para Mães nos próximos dias 15 e 16 de julho, em Icaraí, Niterói. A capacitação em Primeiros Socorros terá 3 horas de duração, com conteúdo prático e teórico totalmente adaptado para a formação de leigos.

O objetivo é dar às mães o conhecimento necessário para que elas saibam agir em um momento de emergência com crianças e adolescentes.  A filosofia da Reanime-Rio é que qualquer pessoa pode salvar uma vida e a maioria dos acidentes podem ser evitados.

SERVIÇO


O que:
 Treinamento em Primeiros Socorros para mães em Niterói
Quando: Dia 15/7 (às 14h) ou 16/7 (turma 1 – às 9h e turma 2 – às 14h)
Onde: Rua Gavião Peixoto, 124, sala 610, Icaraí
Investimento: R$ 80 por pessoa. Desconto para mães do Grupo do Facebook Mom’s Niterói (R$50 por pessoa)
Inscrições e informações:contato.reanime.rio@gmail.com

 

Fonte: Blog Aventuras Maternas

Saiba como agir diante dos principais acidentes domésticos com crianças