Nos meses mais frios do ano os inaladores são nossos melhores aliados. A ação do nebulizador é transformar o medicamento em pequenas partículas e possibilitar a sua penetração nos pulmões.

Se não houver uma higienização correta, fungos e bactérias podem acompanhar a medicação. Então, o que deveria servir de aliado no tratamento pode virar um grande vilão”.

Antes de manusear o equipamento e a medicação lave bem as mãos. Logo após, deve-se lavar com sabão neutro e secar bem. Como o nebulizador é de material plástico e permanece em ambiente úmido – é preciso água para seu uso -, a dica é lavar com solução de hipoclorito na concentração de 0,05%, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, o que oferece desinfecção, eliminação de fungos e de bactérias.

Saiba como preparar a solução de Hipoclorito a 0,05%:

– 25 ml hipoclorito a 2% ( é a água sanitária comercializada) + 975 ml de água fervida. Misture os dois e use essa solução para higienização.Essa solução se mantem estável por 6 horas.

Siga o passo a passo para limpeza:


1- Lave o cano, máscara e copo com sabão neutro, depois deixe-os de molho na solução de hipoclorito por 30 minutos;

2- Depois retire e seque com papel toalha;

3- O gabinete do inalador pode ser higienizado com um pano úmido ou um pano com álcool a 70%. Nunca submergir em água;

4- Ligue o jato de ar antes de guardar o seu nebulizador para garantir que o sistema inteiro fique bem seco.

5- Guarde todos os itens limpos, desinfetados e secos dentro de um saco plástico ou dentro de uma caixa plástica.
Se o uso estiver sendo contínuo o ideal é ter dois aparelhos para alternar e manter a desinfecção correta.


Inaladores são itens de uso pessoal então não compartilhe com ninguém!

Débora Cristina M. de Andrade
Enfermeira – Coren-RJ 278.403
Especialista em Controle de Infecção e Assistência à Saúde